6 de dezembro de 2012

Definindo uma vontade


"Eu preciso de outra história. Algo para eu desabafar. Minha vida fica meio chata. Preciso de algo que eu possa confessar." - Secrets, OneRepublic.
Preciso de algo que chacoalhe mais um pouco essa história. Sem roteiros, sem planos. Só um empurrão em meio à calmaria. Só pra variar um pouco a vida.Não quero confusões, não me entenda mal. Só quero renovar aquilo que considero chato. Só quero tentar viver sem repetir as cenas. A porta não fica aberta em épocas turbulentas. Mas a janela nunca teve tranca...O intenso não consegue definir a minha vontade. Não por falta e sim por excesso. Segundo o que dizem, tudo o que é de mais lhe faz mal. E algo intenso de mais não deixa de entrar à categoria de coisas monótonas. Afinal, não é isso o que dizem quando se quer mudar?! "Viver intensamente"? Uma leve brisa me diz que essa não é a solução.Não espere o novo cair do céu. Ele pode cair, mas talvez ele não venha necessariamente para você. Evite o talvez e em pensar nas possibilidades cujo é tarde de mais para se realizar. Se não foi, não foi. O que está a sua frente é muito mais interessante do que aquilo que não aconteceu.
Será pedir de mais ao vento que traga consigo algo novo? Algo que seja novo pra mim. E que faça a diferença. Que mude o momento e transforme a calma no perfeito rebuliço, um rebuliço de coisas boas. Um vento que anuncie um furação de felicidade. Que as mudanças causem felicidade. E que a vida seja apenas uma consequência disso.

3 comentários:

Viiky Chan disse...

Lindo o texto.
Seguindo aqui
Beijos
nobodyslistenvei (blogspot)

Carlinha disse...

Texto simplesmente PERFEITO, ameii <3
bjss
coiisinhasdegarotass.blogspot.com.br

Brechó de conteúdo disse...

Que texto lindo, amei. Super inspirador *-*

Estou seguindo seu blog e aceito sim seu pedido de afiliação, já coloquei voce lá como afiliada, dá uma olhadinha . Assim que voce me por aqui me avise ok? Beijos!

brechodeconteudo.blogspot.com